Montes crescentes de moedas indicando como aumentar a renda da família.

Não é de hoje e nem de ontem a vontade que a maioria das pessoas têm em aumentar a renda, seja ela pessoal ou familiar.

Buscam formas de gerar renda extra, fazem horas extras, tentam o que for preciso pra conseguirem um pouco mais de dinheiro ao longo do mês pra poderem comprar algo que querem ou simplesmente pra pagarem suas dívidas.

Não é a toa que o Google recebe mais de 40.000 buscas mensais sobre “renda extra” e “aumentar a renda”.

E até esse deve ser o motivo pelo qual você está lendo esse meu post, aumentar sua renda pra poder ter um pouco mais de dinheiro no bolso.

Então, pra fazer valer seu tempo, eu vou te apresentar aqui abaixo um passo-a-passo completo pra aumentar a renda da sua família de uma maneira muito simples e seguindo um caminho que você nunca viu.

Só saiba o seguinte, não vou simplesmente te dar os caminhos como “trabalhe de Uber”, “responda pesquisas online”, “tenha uma loja virtual”, etc.

Até porque isso você encontra centenas de opções como essa em qualquer outro site.

O que eu vou te oferecer é uma oportunidade de aumentar sua renda fazendo o que você já faz hoje, ou talvez incluindo algo que você realmente goste de fazer, pra que você seja feliz no caminho que escolher.

Mas antes…

O importante não é saber como aumentar a renda

Sei que isso pode soar estranho, pois teoricamente quanto mais você aumentar sua renda melhor, não é?!

No entanto, essa corrida por sempre ter mais, sem saber quando é suficiente, faz com que a gente viva numa ansiedade constante.

“Quanto mais eu tenho, mais eu gasto e mais eu quero.”

Essa é a mentalidade de muitas pessoas que passam a vida correndo atrás do dinheiro, nunca na frente, e terminam suas vidas frustradas por não terem chegado ao final da corrida.

Conseguem muito mais do que a maioria, as vezes até do que elas mesmas precisam, e ainda assim se sentem vazias.

Por essa razão, por saber que nem sempre “quanto mais, melhor”, é que eu digo que o importante não é o como, mas sim até quanto aumentar a renda.

Até quanto aumentar sua renda pra que sua família consiga fazer todas as viagens que quer?

Até quanto aumentar a renda pra que você consiga investir e se aposentar antes das(os) suas(seus) amigas(os), sem depender do INSS?

Até quando aumentar a renda da família pra que seus filhos tenham uma boa educação e boas oportunidades ao longo da vida?

Pra responder essas perguntas, vamos ter que percorrer algumas casas no tabuleiro do dinheiro.

Até quanto aumentar sua renda?

Esse é o passo mais importante pra você eliminar a ansiedade e conseguir traçar um plano possível de chegar aonde quer.

Pra isso, você precisa conhecer suas finanças pessoais e familiares e saber exatamente qual é seu custo de vida atual.

Sem essa informação você jamais vai saber de quanto realmente precisa.

Caso você ainda não acompanhe seu dinheiro, não saiba de onde ele vem e pra onde ele vai, eu tenho uma planilha de controle financeiro que pode te ajudar.

Pra baixar ela você só precisa clicar nesse link.

Depois de conhecer sua saúde financeira e começar a fazer um controle de gastos você já vai saber exatamente de quanto precisa pra levar sua vida atualmente.

Nas imagens abaixo eu utilizei a planilha Liberdade Financeira (você recebeu ela junto com a planilha anterior) pra cálculo da Liberdade Financeira, que se baseia nas informações geradas pela que você baixou aqui acima.

Aqui você já vai definir sua primeira meta, aumentar sua renda pra equilibrar as contas de casa e fazer sobrar pelo menos 10% pro seu futuro (suprir a vitalidade financeira mais 10%).

Pensando à longo prazo

Feito isso, você deve começar a projetar, junto com sua família, o que vocês querem comprar e fazer ao longo dos próximos 2 a 5 anos.

Começar a traçar objetivos e traduzir eles em dinheiro.

Pesquise o valor do que você quer, trace um prazo pra conseguir isso e divida o valor pelo prazo pra você chegar numa quantia mensal ou anual que vai ter que poupar pra conquistá-lo.

E então você vai ter sua segunda meta, à curto e médio prazo, aumentar a renda pra que sua família consiga comprar e fazer tudo o que quer ao longo dos próximos 5 anos.

Indo um pouco além, podemos pensar na sua vida toda, em todos os sonhos que quer realizar enquanto for viva(o) e transformá-los em dinheiro também.

Assim, ao invés de falarmos apenas em Liberdade Financeira, falaremos em Liberdade Financeira Absoluta, ou seja, qual deve ser sua renda pra que você consiga “zerar a vida”, fazer tudo o que tem vontade.

Acredita ser impossível? Faça as contas e veja como é bem mais fácil do que você pensa.

Feito tudo isso, você já tem a “meta-mor” e sabe quanto vai precisar aumentar sua renda ao longo dos anos pra fazer sua vida realmente valer a pena.

Sabendo até quanto aumentar a renda e tendo prazo pra realizar tudo o que quer, o resto é apenas uma questão de fazer conta e partir pra ação.

Te explico melhor…

Como aumentar a renda

Pra te explicar em detalhes como aumentar a renda, vou usar o meu exemplo que compartilhei contigo nas imagens acima, ok?

Supondo que eu preciso de R$ 5.865,95 por mês pra viver minha vida atual e a renda da minha família é de apenas R$ 5.000,00, o que fazer pra ter os R$ 865,95 que faltam pra eu conseguir pagar todas as contas?

Vou te mostrar o que fazer pra 5 situações diferentes, sendo elas:

  1. Se você é empreendedor e vende produtos;
  2. Se você quer uma fonte de renda extra vendendo produtos (igual a 1);
  3. Se você é empreendedor e vende serviços;
  4. Se você quer uma fonte de renda extra vendendo serviços (igual a 3);
  5. Se você trabalha com carteira assinada e não tem tempo pra ter uma renda extra.

1) Empreendedor que vende produtos

Se eu fosse um empreendedor e minha renda viesse da venda de produtos teria apenas que dividir os R$ 865,95 pelo preço médio dos itens que eu vendo pra saber como suprir essa diferença.

Imaginando que o preço médio dos meus produtos seja de R$ 35,00, dividiria R$ 865,95 por R$ 35,00 e teria o resultado de 24,74 itens, arredondando pra 25.

Então, pra eu ter esse aumento na minha renda eu só precisaria vender mais 25 itens ao longo do mês.

Sabendo disso, o próximo passo seria planejar minha área comercial pra fazer isso acontecer.

Traduzindo, precisaria responder uma pergunta-chave: quantas pessoas preciso abordar pra vender 1 produto meu?

Com base na resposta eu deveria multiplicar esse número pelos 25 itens a mais que preciso vender pra saber quantas pessoas abordar ao longo do mês pra aumentar a renda em R$ 865,95.

Divido isso pelo número de dias que trabalho e consigo saber minhas metas diárias de abordagem pra conseguir ter a quantia de dinheiro que preciso pro mês.

Ficou claro todo o processo?

2) Renda extra com venda de produtos

Esse mesmo caminho pode ser usado caso você queira gerar uma fonte de renda extra pra suprir esse aumento que você precisa.

Você tem que encontrar o preço médio das vendas, usar ele pra saber quantas peças precisará vender no mês, quantas abordagens terá que fazer e dividir pelo número de dias que você vai dedicar à isso.

E se você não vende produtos, mas vende serviços?

3) Empreendedor que vende serviços

Nesse caso, que é o meu caso atualmente, se eu quero aumentar minha renda eu posso seguir 2 caminhos: um bem parecido com a venda de produtos e outro aprendendo a valorizar meu trabalho.

De uma maneira geral, quem presta serviço vende hora, certo?

Por mais que as pessoas falem que vendem solução, geralmente o preço dessa solução é calculado com base na quantidade de horas de trabalho.

Claro que existem outras variáveis pra precificar um serviço, mas a base é a hora do profissional.

É assim pra contadores(as), consultores(as), psicólogos(as), dentistas, médicos(as), professores(as) particulares, palestrantes, pintores(as), jardineiros(as), pedreiros(as) e pra mais uma infinidade de profissionais.

No meu exemplo, sei que meu serviço de consultoria em finanças pessoais tem o preço de R$ 200,00 por hora, por exemplo.

Se quero aumentar minha renda em R$ 865.95, então basta eu dividir isso por R$ 200,00 pra saber que preciso de 5 novos clientes pra conseguir esse incremento.

E aí eu entro nas contas de venda de produtos.

Pra cada cliente que eu consigo eu tenho que abordar 8 pessoas. Então, terei que abordar 40 pessoas pra ter 5 novos clientes.

Se eu trabalho 8 dias por mês vendendo consultoria, então em cada dia de trabalho eu devo abordar de forma ativa 5 pessoas (40 / 8).

Então, é só fazer isso pra chegar onde preciso, certo?

O outro caminho pra aumentar a renda com serviços

No entanto, não é só essa forma que existe pra aumentar a renda com serviços.

Você pode, também, aumentar seu valor de hora.

Como se faz isso?

Agregando mais valor ao trabalho que você desenvolve e deixando seus clientes mais satisfeitos.

Como se faz isso?

Investindo em você e se capacitando cada dia mais, com coisas específicas da sua área de atuação e com conhecimentos complementares, que podem te gerar uma forma de trabalho incomparável.

É assim que pessoas do mesmo ramo se diferenciam tanto umas das outras.

No serviço, o tempo que você tem pra vender é limitado. Sabendo disso, caso você queira ganhar mais, ou você começa a valorizar seu trabalho ou você cria uma forma de escalar seu negócio e impactar mais pessoas com um valor mais baixo.

Não há outra forma, pelo menos eu acredito que não.

Se você conhecer outro jeito, por favor, deixe nos comentários.

Quer aumentar o valor da sua hora de R$ 200,00 pra R$ 500,00? Então pense: qual conhecimento eu posso agregar pro meu cliente pra que ele aceite me pagar R$ 500,00 ao invés de R$ 200,00?

Qual a transformação que ele quer, que pode gerar muito mais de R$ 500,00 pra ele, e que eu posso ajudar?

Isso está fazendo sentido pra você?

4) Renda extra com venda de serviços

Vamos supor que pra aumentar sua renda você quer oferecer aulas particulares de piano (eu posso ser seu aluno ;D).

Como você está começando, pesquise no mercado o preço médio que as pessoas estão cobrando e pratique o mesmo valor até você se sentir seguro.

E aí você entra na mesma sequência de contas que já usamos pra produtos e pra serviços.

Sabendo quanto precisa aumentar a renda e qual o preço da sua hora, divida um pelo outro e saiba quantos clientes precisa.

Tendo isso, como você está começando e não sabe ao certo quantas abordagens precisa pra conseguir 1 cliente, vá “vendendo” até ter esse número.

Depois é só fazer as contas e traçar seu planejamento comercial.

No caso acima, de aulas particulares, você pode fazer seu cliente ser recorrente, ou seja, fazer aulas contigo ao longo de vários meses, e não ter que vender pra vários outros periodicamente.

Pode conseguir os 11 clientes do exemplo logo no primeiro mês e depois apenas administrá-los e, eventualmente, substituir algum que sair.

5) Trabalhador(a) com carteira assinada sem tempo pra gerar renda extra

O que fazer, não é?!

Sem tempo pra gerar renda extra, as únicas saídas são: esperar por um aumento, uma promoção ou mudar pra um emprego que pague mais, certo?

Mas como fazer com que isso realmente aconteça pra que você consiga aumentar sua renda?

Vou te mostrar…

Por mais que você saiba quanto precisa receber por mês pra suprir suas necessidades, você sabe quanto vale sua hora de trabalho?

Pegue o valor do seu salário e divida pela quantidade de horas mensais que você fica disponível pra empresa mais as horas que são improdutivas por causa do seu trabalho, tal como o tempo que leva pra você ir e voltar da empresa.

Feito essa conta, agora pense: como aumentar o valor da sua hora?

Novamente eu vejo dois caminhos.

1) Começar a solucionar problemas mais importantes pra empresa e fazer seus superiores verem isso.

E mais, comece a gerar relatórios e informações do seu desempenho e a mandar pra quem está acima de você, mostrando seu comprometimento com a empresa.

Isso vai gerar argumentos suficientes pra que daqui alguns meses você sente na mesa do seu “chefe” e consiga o aumento que quer.

Caso ele não queira dar, comece a apresentar seus relatórios pra outras empresas e busque um outro emprego que valorize o que você pode fazer.

2) Fazer seu trabalho em menos tempo e ter sobra pra abraçar novas responsabilidades ou uma renda extra.

Comece a ser ainda mais eficiente do que é hoje e faça seu “chefe” ver isso.

Faça com que você seja a(o) primeira(o) a terminar seu trabalho sem que perca qualidade.

Abra espaço pra que quem estiver acima de você possa te oferecer novas responsabilidades, desde que elas venham com benefícios financeiros.

Caso isso não aconteça, negocie com a diretoria a possibilidade de você manter as atribuições e o salário que tem hoje e reduzir sua carga de trabalho.

Se ao invés de 9 horas você puder trabalhar 6, você já libera 3 horas do seu dia pra investir na criação de uma renda extra.

Sei que nem toda empresa vai aceitar isso, mas tente, quantas vezes for necessário.

Faça inicialmente em caráter experimental, mostrando que você continuará entregando o mesmo que entrega trabalhando 9 horas, pra depois tornar isso permanente.

Uma hora vai dar certo.

Faz sentido?

Resumo

Agora você sabe que pra aumentar a renda da sua família o melhor caminho não é sair por aí fazendo tudo o que as pessoas dizem.

Antes disso, se planeje e saiba até quanto você precisa aumentar sua renda pra ter a vida que quer.

Isso evita ansiedade, angústia, frustração e até mesmo problemas em seu relacionamento.

Depois de definir o quanto você quer e precisa, siga as orientações que dei pras 5 situações específicas que podem fazer parte da sua realidade.

Provavelmente uma delas é a sua.

Só assim, acredito eu, você vai conseguir aumentar sua renda de uma maneira sólida.

E seguindo o que escrevi aqui, provavelmente você vai seguir aumentando sua renda de tempos em tempos, talvez indo além do que precisa, e tudo de uma forma equilibrada.

Sabe por que digo isso? Porque eu estou vivendo e aplicando na minha vida tudo o que escrevi pra você aqui.

Espero que você aproveite esse conteúdo pra você viver a vida que sempre sonhou.

Se você chegou até aqui, compartilhe comigo: o que você já fez pra aumentar a renda da sua família? E mais, me diga o que mais gostou no post.